Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0494 - Noite de prazer


 
Trago-te todas as flores, rosas, girassóis,
também minha paixão descontrolada,
que me cures, me faças teu homem,
quero nos caminhos do teu corpo,
fazer do amor o tesão que enlouquece,
até que o amor nos ame como somos amantes.
 
Por favor, desliga a lua esta noite,
baixa o som, a luz, fecha as cortinas,
quero teu corpo e o meu vestidos de noite,
vou tatuar minha paixão na tua pele,
dentro e fora, regarei com meus líquidos,
darei sabor ao teu sabor, todos, até de manhã.
 
Põe o sol no corpo ao amanhecer,
quero outra vez queimar dentro do teu sexo,
deixa que te tome, te use só pelo prazer!
Depois... bem, depois me apaixono outra vez,
amo-te como jamais sentiu uma mulher,
até que todos os deuses voltem e nos ofereçam o céu.
 
17/10/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 17/10/2005
Código do texto: T60391
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:13)
Caio Lucas