Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NUNCA ESTÁS

Escuta, eu já não sei quantas
vezes, mas, quero dizer
uma vez mais que te quero.

Necessito que entendas, e, se for
preciso vou repetir muito mais,
que tu sempre foi
a razão de meu querer.

Nada digas, apenas atentes
para a pureza da intenção
de meu coração,
desejo simplesmente entregar-me.

Compreenda a razão dessa forma
de ser, será que ainda
não percebeu que
toda você sempre morou
dentro de mim.

Por favor, não deixe que
eu viva nesse vazio,
e desapareça como a espuma
na areia de um qualquer e
distante mar.

Como um cancioneiro triste,
vivo compondo muitas canções
só pra dizer que
te amo.

Mas nada disso sabes pois,
em todas as minhas declrações
tu nunca estás...

Wil
Enviado por Wil em 17/10/2005
Código do texto: T60420
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84504 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:34)
Wil