Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ORQUÍDEA

Formosa flor
indômita cor
ocultas dor
anseias amor.

Nas frondes
beleza escondes
mistério sondas
destino rondas.

Flor, perfumada, perfumadora
visão, da paixão indutora
amor, de coração sedutora
dor, de alma sofredora.

Seu perfume é um canto,
arco-íris sonoro a refratar
música de matizes a ondular
mágica magia em encanto.

Arraigada luta pela vida
a buscar do sol a luz
a cada instante a envida
o destino, a oferecer-te a cruz.

Singular és tu, Orquídea
possuís a beleza do ânimo,
caminhas além do desengano
a vencer as pedras da perfídia.

Por entre rochas e musgo
aninhas vossa esperança
na cascata se faz visgo
a beber da água, bonança.

Em qualquer ambiente
irradia o brilho harmônico
resplendente, no olhar
notas musicais a vibrar
projetando de sua mente
o pulsar de coração sônico.
Erode Lino Leite
Enviado por Erode Lino Leite em 18/10/2005
Código do texto: T60864

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Erode Lino Leite
Nioaque - Mato Grosso do Sul - Brasil, 53 anos
121 textos (14580 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:42)
Erode Lino Leite