Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O AMOR

QUALQUER COISA
COISA QUE ACENDE
QUE ASSENTE O QUE SENTE
E SE FAZ PROPAGAR
COMO GERME, COMO FILHO, COMO DNA
CALMO, LENTO, MAS IMPÁVIDO CORROSIVO

QUALQUER COISA
COISA QUE SE CHAME
QUE ME CHAMA A CHAMA
DO FOGO A ARDER EM MIM
QUE ME TIRA DO SÉRIO,
SEM SABER SE VOU,QUEM SOU

QUE APAGA O QUE EU ESCREVO
QUE ENEBRIA TUDO O QUE VEJO
QUE ME TIRA A CERTEZA
ME VIRA DO AVESSO
NEGA O QUE EU CONHEÇO
REVIRA A RAZÃO, VIRA, A MESA

INVADE E IMPOE SEU DOMINIO
FAZ DO FEIO O QUE É LINDO
LIMPA A SUJEIRA DA ALMA
FAZ DO FEL O MEU VINHO
FAROL DO PORTO DE CHEGADA
MEU LEITO ONDE DEITO, O NINHO


Sergio Cortes
Enviado por Sergio Cortes em 19/10/2005
Código do texto: T61232
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sergio Cortes
Uberaba - Minas Gerais - Brasil, 53 anos
102 textos (4493 leituras)
4 áudios (127 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:32)
Sergio Cortes