Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mãe

Ô mãe querida,
De tanto brilho me enfeitastes
És mais amor do que carne

Desde o Princípio do ventre estavas comigo
Até mesmo na falta de imaginação do ser.

Acompanhaste meus passos pelo sereno, protegendo-me a feição, e aparando prantos mútuos.

De tanta sabedoria me encantou
Sua fala mansa me apenou,
Me fez teu pequenino eterno e ao mesmo verso um homem maduro.

Ô mãe querida,

Quem te fez para mim, se tu  me fizestes?
Como não há um criador, que programou teus âmbitos, escolheu-te à todos?

Ô mãe querida,

Quem não conhece, não é completo
Toda força te honrarei
E a cada tropeço, clamo perdão
abençoe-me com sua abrangente integridade.
 
Nossa ligação está naquele cordão, que separara nosso corpo
 E o que sentimos prende a alma em um paraíso cheio de amor.
Jefferson Lucas
Enviado por Jefferson Lucas em 20/10/2017
Código do texto: T6148473
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citação de nome). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jefferson Lucas
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 17 anos
42 textos (603 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/17 23:29)
Jefferson Lucas