Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIGNIDADE

Penso, às vezes, me faltar
orgulho, juízo ou brio
quando - a alma em pleno cio -
te procuro para dar
o amor que me ferve assim,
que vibra dentro de mim
e desprezas sem pensar.

Esse jeito é muito meu:
se este amor que sinto é teu,
ora... tenho que entregar...
Sal
Enviado por Sal em 21/10/2005
Código do texto: T61776
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sal
Marília - São Paulo - Brasil, 78 anos
507 textos (44785 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:22)
Sal