Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CORAÇÃO DO POETA

COMO PODE O POETA SE CALAR
SUA ALMA ESTÁ  SEMPRE EM SINTONIA
COM  A EMOÇÃO QUE EMANA DO CORAÇÃO
QUANDO ESTÁ A AMAR, ESCREVE COM ALEGRIA
 QUANDO ESTA TRISTE, DEMONSTRA EM SUA POESIA.

OS AMIGOS JÁ SE ACOSTUMARAM  A LER
EM SEUS ESCRITOS ESCANCARA A ALMA
E A TODOS PORPORCIONANDO  CONHECER,
SEM QUALQUER CONSTRANGIMENTO,
O QUE SE PASSA COM SEU SENTIMENTO.

O POETA COM TODOS COMPARTILHA
SUA MANEIRA DE PENSAR OU AGIR
NENHUM POETA É UMA ILHA
POIS NÃO VIVE SEM INTERAGIR.

NÃO ESCREVE SÓ PARA SI
BUSCANDO SEMPRE INSPIRAÇÃO
 NO AMOR CARNAL OU FRATERNAL,
COM INSPIRAÇÃO REAL OU FICÇÃO...








luiz fernando costa daher
Enviado por luiz fernando costa daher em 21/10/2005
Reeditado em 29/05/2011
Código do texto: T61779
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
luiz fernando costa daher
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 54 anos
325 textos (50398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:10)
luiz fernando costa daher