Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor é uma dor que nunca se acaba

E quando a vontade de amar é tão profunda
Que causa uma dor,
A dor de não ter a quem dar
Esse amor?
O que a gente faz?

Quando o silêncio voraz
Engole nossa voz
E nosso olhar fica sem rumo
E nosso ser sem vontade,
Quase que totalmente sem desejo
Restando apenas o anseio de que se torne
Real a impossível consumação do amor?
O que a gente faz?

E quando a vontade de falar se vai...
E quando a vontade de ficar se vai...
E quando a vontade de partir
Revolvi nosso coração
E olhamos o Horizonte,
Seja dia ou noite,
Porque nossos olhos sofridos vêem além
Dos mares e das montanhas, mas não vemos,
Nesse mundo misto de imaginação, sonhos e realidades e sofrimentos,
Um rumo para onde irmos?
O que fazemos?

Oh, Amanda, me diz...
Se eu pudesse abrir o meu coração e a te mostrá-lo...
Talvez você me compreendesse
Talvez vocês...
Talvez você me desmembrasse, e me revelasse
E me dissesse o que sou
E o que sinto
E o que faço aqui...

E o que faço aqui
Neste dia
Esperando não sei quem
Para amar com todo o meu desespero
...
Sabe por quê?
Isso não é de hoje
Dizem que todo dia acorda outro ser na tua cama
Como o rio
Que nunca é o mesmo
O ser humano, a cada átimo,
É outro.
Mas eu não Amanda
Eu sou uma represa
E estou acumulado de todos os sentimentos que senti
De todas as faltas que senti
De todos os desejos que desejei...
Eu sou o acúmulo de todos os olhares em que quis que me decifrassem
E soubessem
Sem que eu dissesse
O que estou sentindo...

Ah...
A vida,
A vida é um espanto
E é eterna para quem ama eternamente sem saber a quem...
A vida é uma espera
Alguém sentado à beira de uma estrada
Olhando,
Aparentemente calmo,
Mas que cuja alma mais e mais se desespera...

E... sabe?
Dá vontade de correr
E sair pelo mundo
E gritar, evolar-se,
E evaporar-se
E num instante
Deixar de ser
...
Gostaria muito de não saber nada de mim
Gostaria muito de não receber notícias minhas
Ah! Se meus pensamentos não pudessem ser por mim compreendidos!
Se meus sentimentos não fossem tão intensos,
Talvez eu vivesse mais
E não sentiria assim
Tanta falta de amor.
Isto que Dói Tanto...
...
Infelizmente não posso mostrar a ti todo meu pensamento
Então vão aí essas magras palavras
Vazadas de um coração sem a intenção de ser o de um poeta
Mas apenas de um homem que vive a vida tão intensamente
Que não encontra nessa forma de se expressar
A combinação perfeita de caracteres
Capaz de refletir as forças que dominam o seu peito...

Vivo a vida intensamente
Mas apenas num dos mundos,
No mundo do isolamento...
Sabe, o mundo da liberdade
Onde se é feliz
Onde se pode ser o que se quer
E amar a quem se quer amar.

Um mundo
Onde os sonhos estão em nossas mãos
Mas são livres como pássaros cantantes,
E sorrimos
E somos felizes ali
Nesse mundo em que criamos
O que não temos
Aqui no mundo real...
...
Sabe Amanda
Só se pode sonhar com o que não se tem
E nada do que é material serve para meu coração
Eu preciso muito, muito mesmo
Eu preciso...
Preciso demais de algo que
Vi em alguns olhos
Na alma de algumas pessoas
Nos toques singelos,
Mais puros que os dos anjos,
Que sentir das mãos de alguns seres humanos..

...
Amor
Amanda
Eis por que ainda vivo,
E por que também morro...

O amor
É aquilo por quem a gente espera,
Espera dias e dias e anos e anos,
E décadas e décadas,
E ,mesmo sabendo que às vezes é impossível,
Ainda continuamos esperando, acreditando,
Como se um milagre fosse revelar
Aos nossos olhos cansados,
E de repente num toque
Alguém nos, não apenas mostrasse
O que é Isso, mas que também descarregasse em nós todo o sentido do amor
E assim nossa vida, já perdida, fosse salva...

Eu vivo assim, assim morro,
Na esperança mais e mais distante
De saber e sentir o que é o amor...
Mas alguém falou que
O amor é uma dor que nunca se acaba
É a eterna insônia da Alma
É querer viver estando morto!
...
Quando sabemos que é verdadeiro?
Eu não sei
Não sei dar conselhos
Mas à medida que o tempo vai passando
A gente aprende
A gente aprende Amanda
Talvez não o que seja o amor,
Mas imensidão vazia em nós
Dentro do nosso coração
Causada pela falta que ele faz...


Sebastião Alves da Silva
Enviado por Sebastião Alves da Silva em 22/08/2007
Reeditado em 05/12/2007
Código do texto: T619490
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sebastião Alves da Silva
Imperatriz - Maranhão - Brasil
700 textos (27908 leituras)
2 áudios (87 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 10:51)
Sebastião Alves da Silva