Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CONFISSÃO

Vê se me confessa,
o porquê da sua pressa;
dessa louca aventura,
que ainda hoje perdura;
preso nas forças do vício,
do seu próprio sacrifício;
que ora nos revela,
a transição que acautela;
quando a solidão desses dias,
nos deixa em desarmonia;
mesmo que assim se deseja,
a amplidão que se almeja;
por quais percalços tais,
que nos desesperam mais;
no entanto, a sua confissão,
por ora, algo em vão;
se eu desejo e não me faz,
sinto-me como que incapaz;
por desejar os desafios,
de encher os copos vazios;
de aguardar o seu consolo,
do tombo se conhece o solo;
talvez apenas um olhar,
consiga nos agradar;
e por isso se ama, se despreza,
tanto xinga como reza;
é no seu aconchego,
que quero ser pego!
JOSE LINS
Enviado por JOSE LINS em 23/08/2007
Código do texto: T619835
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSE LINS
Lins - São Paulo - Brasil, 61 anos
499 textos (31411 leituras)
26 áudios (1987 audições)
4 e-livros (114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 12:48)
JOSE LINS