Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU SERTÃO

Já morei no sertão, e lá,
tinha uma companheira
inseparável, minha felicidade.
 
Eu e ela, sempre nos demos
muito bem, sempre tivemos os
mesmos gostos, o gosto de
gostar das nobrezas do sertão.
 
As noites do meu sertão, tinham
os maiores encantos, e em
qualquer canto, o amor
se fazia presente.
 
Tudo era muito simples,
parecia até que as flores
exalavam mais perfume,
para brindar os amores
ali presentes.
 
A mulher do sertão, trazia
dentro de seu singelo coração
e delgado corpo, o cheiro da
indevassável mata.
 
Quando se banhava na delícia
dos riachos, as noites ganhavam
maior luminosidade e não sem razão,
os astros disputavam os melhores
lugares, para se deleitarem
no corpo da mulata.
 
Sertão, onde depositei meu coração
e agora ...,vivendo em novos tempos!
 


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


 

 
Wil
Enviado por Wil em 23/08/2007
Código do texto: T620768
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 82 anos
2732 textos (85969 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 21:50)
Wil