Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SINAL DE AMOR

Talvez a beleza das águas do mar
Enfeitado pelo canto da sereia
Comparariam aos seus olhos azuis
E ao seu corpo deitado na areia

Sei que você não se prende a um sentimento
E vives a ilusão de ser descoberta e amada
Mas se gostares de mim e me deres um sinal
Pego meu baú de sonhos e me jogo na tua estrada,

Aí verás como é o amor e o que é o amar
Andarei pelos campos colhendo flores vermelhas
Para forrar o caminho, onde fores passar

Pedirei à noite que esconda o luar
E assim o céu se enegreça nas trevas
Para que nada ofusque o brilho do seu olhar
Celio Govedice
Enviado por Celio Govedice em 23/08/2007
Código do texto: T621047

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Celio Govedice
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil
1274 textos (69590 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 20:43)
Celio Govedice