Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Meu dengo...

 

Meu dengo...

Faça-me um carinho,

dá-me um beijinho,

me chame de meu amor!

Meu dengo...

Diga-me que sem mim

você não vive!

Diga-me que me quer inteira!

Meu dengo...

Sinta o perfume que me reveste...

Diga que não resiste...

Fica comigo!

Meu dengo...

Diga que precisas de meus braços...

que te aqueçam com um abraço!

Que não consegues viver sem meu olhar...

Diga meu dengo...

Que sem mim não queres ficar!

Meu dengo...

Sei e sinto tudo o que te peço,

mas jogada aos teus braços

como preciso ouvir-te sussurar

em meus ouvidos o que lhe falo em versos!


Eudália A.

20/08/2007



As fases do amor...

 

Acordo de manhã

com o sol já bem forte,

brilhante a ofuscar meu olhar

mas tão quente, tão agradável...

A tarde, linda tarde a beira-mar

com sua brisa a tocar-nos carinhosamente,

nossos rostos, nossos corpos...

Lançamos-nos ao mar,

que nos recebe as vezes tão calmo,

noutras tão bravio...

Como nosso amor! Como nosso amar!

Vem a noite...

Com seus mistérios nos envolvendo!

Cada vez mais e mais e mais!

A beleza da noite, refletindo-se nas estrelas,

brilhantes, que nos fazem sonhar!

E nos desejamos com mais intensidade,

e vamos cedendo aos nossos desejos,

cheios de encantos vamos nos envolvendo...

Entregues ao nosso amor, amor tão lindo!

Sentimos as fases do amor...

É sol que nos acalora o corpo e a alma,

é mar revolto, no embate com as rochas...

É brilho de estrelas...

Que embala nossos sonhos, findo o amar

e nos transporta para um outro sol... Um outro mar...

Para outras estrelas a brilhar no céu, de nosso sonho de amar!


Eudália A.

20/08/2007



VALSANDO...

 

Ao som duma valsa dolente

sinto-me tomada

por um profundo sentimento,

que atinge todo o meu ser!

É ao som desta valsa

que eu te digo que te amo...

Assim, assim...

Com todo o sentimento de mulher apaixonada,

com todo o desejo de estar a seu lado,

nesta caminhada...

Enquanto ouvimos esta valsa dolente,

te dedico por inteiro o meu coração!

E tudo o mais... em mim!

Ouvindo esta valsa,

aos teus ouvidos eu te digo:

Eu amo você!

Quero você por toda a minha vida!

Ao som desta valsa, vou sentindo-me amada!

Desejada por ti meu amado,

minha vida...

-Abraçada a você!


Eudália A.

20/08/2007

 

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 26/08/2007
Código do texto: T624495
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1738 textos (176528 leituras)
23 áudios (10673 audições)
35 e-livros (9253 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 01:01)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor