Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Agosto

É Sábado, o sol dobra a esquina
Caminha ardendo a calçada
De uma manhã Agustina.

O vento seco que castiga o rosto
Não leva o sorriso perene,
Pois o corpo pensa no oposto
Na maciez tranqüila de teu cerne.

Por trás dos olhos a vejo chegando,
Trazendo na boca o mel doce.
E por onde passas vai tudo brotando,
Como se setembro fosse.

Me encontro perdido meio a devaneios,
Mas o vento ferrenho carrega desgosto.
Quando estou prestes a tocar-te os seios,
Me sopra ao ouvido que ainda é agosto.
Tácia Carolina Ronda
Enviado por Tácia Carolina Ronda em 26/08/2007
Código do texto: T624877

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tácia Carolina Ronda
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 33 anos
4 textos (242 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 21:14)
Tácia Carolina Ronda