Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOCE CÈU

Viajar na tua boca
È comer doce sem se culpar
Ser cegado pela razão
Para docemente se alucinar

Quando a tenho em meus braços
Sou rei dos céus, viro um falcão
Com a cabeça levíssima
Cheios de sonhos no coração

Viro criança faminta
Estendendo os olhos
Pedindo pão

Ando nas nuvens azuis
Cruzo as cordilheiras mais altas
Vou do céu ao inferno na contramão
Celio Govedice
Enviado por Celio Govedice em 26/08/2007
Reeditado em 12/10/2016
Código do texto: T625111
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Celio Govedice
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil
1260 textos (68783 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 03:07)
Celio Govedice