Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UMA ESTÓRIA DE AMOR


Nem o espaço
o tempo ou vento
apagarão da minha memória
minhas lembranças

lembranças tão puras,
por vezes tão vagas
e tão tolas
de um amor frustrado

amor sofrido
quase sempre calado
que pensei destruído
pelo tempo

apagado pelo vento
diluído no espaço
esquecido ao relento

vejo que continuas
aquela mesma mulher
quase tão bela e atraente
da nossa juventude

e eu o mesmo homem
um pouco mais maduro
mais vivido, sofrido
mas que continua a te amar

restaram somente lembranças
de um tempo que não mais existe
nem o nosso lar existe
restou uma estória de amor...
MÁRIO FEIJÓ
Enviado por MÁRIO FEIJÓ em 27/08/2007
Código do texto: T625781
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MÁRIO FEIJÓ
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil, 65 anos
4766 textos (296166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 02:52)
MÁRIO FEIJÓ