Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A LUA

Mal o sol se colocava ao descanso
a lua encantada aparecia,
como se fosse uma Deusa
dando vivas ao pôr do dia.

Sol de um vermelho alaranjado
feito canário salmão;
desaparecendo - indignado,
dando vez  a lua.

Pelas matas em frente
vislumbro o sol entre montes e vales,
as minhas costas, verdes, baixadas,
e a lua nascente.

Se faz dia-noite não vejo mais o sol
só a lua que desabrocha como flor.
................................................
Sobe lua que te vejo pura
lua dos enamorados,
lago azul, dos meus contos.

Brilha o luar como se fosse a aurora
onde ponho-me a cantar
tua cor de prata, meu jardim do céu.

Luar, minha fonte,
sentado à calçada, recostado a porta
sinto desejos de amor por ti
e por isto, amo-te minha doce lua.





De minha coleção de versos a natureza.
Década de 60.
tabayara sol e sul
Enviado por tabayara sol e sul em 27/08/2007
Reeditado em 14/10/2009
Código do texto: T626806
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tabayara sol e sul
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
615 textos (121525 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 10:08)
tabayara sol e sul