Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O castigo amoroso

Tempos ásperos, tempos de candura,
Guiarão a minh’alma à Sepultura.
Remorsos comerão meus olhos frios
Deixando na caveira só vazios
Sentimentos. Momentos de paixão
São Sepultados juntos num caixão.
E as rosas com orvalhos ressecados
Deixando pelo chão espinhos, dardos
Que alegremente furam meus amores
Transformados em monstros de mil cores.

Mas sabe, quero apenas beijo teu
Quem sabe assim seja eu menos ateu.
Talvez tu sejas meu anjo de Sade
Ou meu lindo demônio ou velho padre
Que catequizará a mim contra Deus
Rezando com ardor nos seios teus.
Quem sabe morrer deva eu em ti
Para assim dar-lhe aquilo que parti.
Talvez na tua florida e vil tortura
Quem sabe tenha um pouco de ternura...
Fabio Melo
Enviado por Fabio Melo em 28/08/2007
Código do texto: T626866

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 33 anos
799 textos (270593 leituras)
6 áudios (1651 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 21:14)
Fabio Melo