Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Verdade Submersa

Saibas meu amor
Qua a minha verdade
Tem pureza, tem maldade
Não tentes me tolher
Não tentes me calar
Aprendas a viver e saibas respeitar
Aceitemos o presente
Estamos sós, embora apaixonados

Gira mundo, gira mar
A vida passa num segundo
Como uma preamar

Quando a madrugada chegar
Inebriado de nostalgia
Sei que estarás.
Perceberás que não durmo ao teu lado
Quarto escuro, lençol calado
Então chorarás um pranto sentido
Lembrando dos tempos idos,
De muita loucura e paixão.
Gritarás, chingarás,
Amaldiçoarás com fúria incontida
O fantasma de uma mulher
Que viveu com liberdade
Mas no íntimo tu sabes
Que ela te amará por toda a eternidade

Gira mundo, gira mar
A vida passa num segundo
Como uma preamar






São paulo, mar/1994
Cátia Paiva
Enviado por Cátia Paiva em 24/10/2005
Reeditado em 27/11/2005
Código do texto: T62941
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cátia Paiva
São Paulo - São Paulo - Brasil
61 textos (3647 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:02)
Cátia Paiva