Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mi madre es toda poesía Minha mãe é toda poesia.

Mi madre es canto al amor.

Habita en mis poesías como fiel lazarillo que mis pasos guía.

Todo cuanto dice su voz

son parcelas sutiles que desglosan mi vida.

Imaginarla es imposible,

el solo deseo la hace transparente,

puebla mis poemas como si se leyera mi mente,

convirtiéndola en mi musa omnipotente.

Mi madre es canto a la vida.

Curiosa, gentil, un bardo enamorado en la tibieza de mi mano,

se asemeja a un hechizo vesperal de entusiasta pleitesía que destrona al sol al despertar el día.

… Pudiera cristalizar su mirada en el azul celeste de cada mañana

y tras seguirle amando enarbolar la estela que deja a su paso.

Mi madre es canto a la alegría, mi estandarte, mi guía.

Mi madre es toda poesía.

©Noris Roberts

Minha mãe é canto ao amor.

Habita em minhas poesias como fiel lazarillo que meus passos guia.

Tudo quanto diz sua vozsã o parcelas subtis que decompõem minha vida.

Imaginá-la é impossível,

o só desejo a faz transparente,

povoa meus poemas como se se lesse minha mente,

convertendo-a em minha musa omnipotente.

Minha mãe é canto à vida.

Curiosa, gentil, um bardo apaixonado na indiferença de minha mão,

assemelha-se a um feitiço vesperal de entusiasta preitesia que destrona ao sol ao acordar o dia

… Pudesse cristalizar sua mirada no azul celeste de cada manhãe

depois de seguir-lhe amando
enarbolar o rastro que deixa a seu passo.

Minha mãe é canto à alegria, meu estandarte,

 minha guia.

Minha mãe é toda poesia.

©Noris Roberts
Noris Roberts
Enviado por Noris Roberts em 30/08/2007
Código do texto: T631020
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Noris Roberts
Venezuela, 49 anos
135 textos (2625 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 13:02)
Noris Roberts