Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dulce crimine

Dias de sol eterno
Já não me incomodam mais.
Amenos refúgios que criei
Para mim e para você.

Só há escuridão quando
Meus olhos cerrados
Esperam o sútil toque
Do seu doce pecado.

Pecar não me preocupa mais.
Esperei tanto tempo para
Sublimar, e agora você
Torna-me mais viva e
Etérea.

O calor que me envolve...
Não, não me queima,
Não me machuca.
Esse é o preço da luxúria:
Encontrar-se em meio às chamas,
Morrer por instantes eternos,
e das cinzas renascer.

Sublime, sublime...
Como é possível que
Apenas sua respiração
Faça com que me eleve
Inteira?
Ursel Schwartzinger
Enviado por Ursel Schwartzinger em 30/08/2007
Código do texto: T631228

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ursel Schwartzinger
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
89 textos (2413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 01:21)
Ursel Schwartzinger