Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Letras 0145 - Despedida



 

As horas passaram e continuei ali,

os planos viraram um silencioso pranto,

parei o encanto, por enquanto,

talvez amanhã, talvez depois desta mulher.

 

 

Era apenas uma esquina qualquer,

como se fosse minha responsável,

eu, um homem solitário fincado no chão,

contemplando sentimentos que se perderam.

 

 

Voltei a ser ilha em terra firme,

àquela hora recordei alguns momentos,

mas nem o ponteiro do relógio se mexeu,

tudo ficou passado um segundo depois dela.

 

 

Preciso olhar e enxergar um amanhã,

não parar noutra esquina sem falar de amor,

marcar as horas e não mais ficar a espera,

tudo era para um dia, tudo foi despedida.

 

 

30/08/2007

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 30/08/2007
Código do texto: T631533
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
4429 textos (116809 leituras)
1 e-livros (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 08:11)
Caio Lucas