Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ampulheta




As horas não estão sendo amigas
Elas se auto-alongaram
Demoram a passar o bastão umas para as outras
Como numa corrida as avessas
Não contra o tempo, mas a favor dele.

As horas me torturam
Teimam em mostrar o relógio
Como se ele fora um vídeo
O monitor de seus programas
O espelho de minha aflição

Horas sem sonho
Áridas
Horas de espera e de cansaço
E eu não vejo a hora
De cair em teus braços
Edbar
Enviado por Edbar em 31/08/2007
Código do texto: T631837
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edbar www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edbar
Recife - Pernambuco - Brasil, 66 anos
2961 textos (85677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 22:56)
Edbar