Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pássaros da noite

Devagar o automóvel se aproxima e pára à sombra da escuridão
O corpo tremula, no peito saltita o coração, descem um, dois, três
Ou mais homens, todos de armas nas mãos, um deles
Calmamente fala: “Perdeu, é um assalto! Não reage não...!”
E proferem um monte de palavrões.

Atônito o corpo fica parado, desesperado grita
O motorista, talvez o quarto ladrão:
“Não mata o menino não...!” O coração manifesta-se
Talvez em busca da calma para depois
Entrar em sofreguidão...

Caminha-se sobre a dura realidade desejando
Que dos pássaros da noite o ato se venha aniquilar
Dar-lhes vida plena e um mundo só para amar...
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 31/08/2007
Reeditado em 01/09/2007
Código do texto: T631907
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3134 textos (81485 leituras)
2 e-livros (415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 10:39)
R J Cardoso

Site do Escritor