Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A pressa causou a Dor


O seu prazer a minha contestação
O meu silêncio o seu envolvimento,
O meu cheiro a tua saudade
O teu cheiro a minha vontade.

Minhas fantasias, a sua verdade
transformada em paixão.
O seu desprezo, a minha solidão
que trás saudades ao coração.

A precipitação, o teu refugio
onde busca a solução.
As decepções, são os rios de lágrimas
que te fazem pedir perdão.

Tua pressa, viaja ao encontro
de uma desilusão.
Nossa separação, deixou-te
a mercê, de andar na contra mão.

Estamos viciados um ao outro
e a maior dor é a noite,
A pensar que estamos juntos
vou correndo ao teu encontro
E no meio do caminho
sou desviado pela separação.

Ulisses Maia
Enviado por Ulisses Maia em 01/09/2007
Reeditado em 14/02/2008
Código do texto: T634180

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Transferencia Bancaria para uma conta a indicar por mim.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ulisses Maia
Luanda - Luanda - Angola, 54 anos
903 textos (71317 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 07:12)
Ulisses Maia