Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMENIDADES - CANTO XX - Por um afeto

Pela noite tenho uma angustia de andar só
que somente as lembranças correm livres.
Ainda à pouco a teu lado
era sem dúvidas, um dos homens mais felizes
parecendo até o impossível ......

Ao dar-te tão belo ramalhete de rosas
pude sentir o quão bela és.
Sensibilidade avulta teus pensamentos
teus os olhos cheios de divindade;
olhavam os meus.

Vimo-nos desde o fundo
de nossas almas sedentas de amor.
Caminhamos não sei quanto tempo lado a lado !
...............................................................
Num momento ! Parei !!!

Quando se passavam muitos minutos;
de minha garganta sairam
balbuciadas e entre-abertas palavras de amor,
por me sentir muito triste de ficar só
logo que partas.
tabayara sol e sul
Enviado por tabayara sol e sul em 02/09/2007
Código do texto: T635175
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tabayara sol e sul
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
615 textos (122307 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 10:54)
tabayara sol e sul