Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU CASTIGO

Não diga, meu amor, que sou cruel,
Que a sua vida é um oceano de fel.
Não tenho culpa de ser um sonhador,
Tudo que um dia fiz foi só por amor.

Não diga. meu amor, que sou mofino,
Que eu mereço um negro destino.
A vida não é só um mar de rosas,
O mundo não dá só coisas gostosas.

Não me atire, meu amor, à solidão
Nem me arranque do seu coração.
Diga que um dia vou ser perdoado,
Que meu castigo é ser seu amado.

Pois, se é para viver condenado
Que eu viva feliz ao seu lado,
Se é para morrer aos pedaços
Que eu morra de amor em seus braços.
Carlos Melgaço
Enviado por Carlos Melgaço em 02/09/2007
Código do texto: T635402

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Melgaço
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 59 anos
1128 textos (33114 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 20:21)
Carlos Melgaço