Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAMINHADAS

Perigrinação,
dispersão, renegados,
povo de olhos selvagens,
profetas sombrios..crença e magia,
poderes abertos e ocultos, premonição...

Á lua encherga-te como rainha,
lhe sopram aos ouvidos o seu nome,
revelação tardia, aos anos cabalísticos..
ervas, perfumes, sal, óleo e água,
mater, matriarcal é a purificação..

Que venha a purificada,
em sua cavalgada tropeira, não, não,
se deixará apodrecer pela ganância de uma vida...

A alma dos antigos rejuvenesce a cada dia,
a cada hora, a cada momento vivido,
a reverência é singela, na despedida, no silêncio adormecido,
e na partida,  simplesmente deve-se dizer: descanse em paz! (taverlerto)
Kulayb
Enviado por Kulayb em 03/09/2007
Reeditado em 03/09/2007
Código do texto: T637199

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kulayb
Goiânia - Goiás - Brasil, 61 anos
1155 textos (55871 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 08:20)
Kulayb