Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

C amila

Camila abra os olhos,
Derrame suas frustrações,
E vá embora,se esconda,
Meu coração e de argila,
Muda com um toque
De carícias sonhadas
Me acham sentimental demais,
Nesses tempos de " Liberdade Aguda",
Eu estou preso por sentir,
Camila sinta também,
No compasso de meus versos,
Minha alma é sua,
Viva o meu amor,
Viva a minha verdade.
O POETA XXVIII
Enviado por O POETA XXVIII em 04/09/2007
Código do texto: T638498
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O POETA XXVIII
Corinto - Minas Gerais - Brasil, 38 anos
2 textos (70 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 10:05)