Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Indecisão Pungente



Parto sem te dizer adeus chorando te amando
Difícil é entender o motivo que me fez fugir
Sem me despedir
Fiz uma promessa, pra não deixar, você chorar
Só não posso me queixar do seu amor
Estupidamente intenso
Mais suas desconfianças e ciúmes
Sempre querendo me moldar deixando de ser eu
E sim você.

Foram seus ciúmes que me deu motivos,
E decidida, mesmo sofrendo, quis me libertar de te.
Quero, olhar quando quiser, as flores às pessoas,
Sem baixar a cabeça, pra não deixar você aflito,

Enciumado, até da roupa, da musica, que gosto,
Do ar que respiro.
Quantas noites de amor foram tantas infinitas!
Entre juras você sempre prometeu seu jeito mudar,
Mais sempre começando, tudo outras vezes.
Os ciúmes te dominaram, sofre você, sofre eu, 

Você me fez chorar, é com lagrimas, que deixo este lugar,
Foi beijando minha boca, cada beijo. Uma promessa de amor.
Sei ,que vem me procurar, espero ser forte, pra não voltar.
Não quero ,olhar teus olhos, pois sei que ,também ,vou chorar.
E sem resistir, como outras vezes ,vou voltar, pra você te amar...






Marina Nunes
Enviado por Marina Nunes em 04/09/2007
Reeditado em 18/06/2008
Código do texto: T638870
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marina Nunes
Salvador - Bahia - Brasil
218 textos (12017 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 07:56)
Marina Nunes