Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POESIAS ESQUECIDAS

Poesias que não serão terminadas,
todas as quadras que foram iniciadas
lá no canto está, totalmente esquecida...
Para quem elas foram dedicadas
com lindas palavras, bem rimadas,
não mais faz parte, da minha vida...

Termina-las já não tem mais sentido
cada verso  é um elo perdido
que ja perderam todo o valor...
Não tenho mais quem as comenta,
por que ela não mais frequenta
a telinha, desse meu computador...

Palavras, com tanto amor foram ditas,
quadras, com tanto carinho, escritas
com o pensamento fixo, em alguém...
Versos que ficarão num canto jogado,
ja são retalhos do meu passado,
não pertencem mais a ninguém...

Quanta poesia! Colorida , charmosa...
Escrita numa época venturosa...
Agora, só recordação, daquilo que foi meu...
Poesias que não falavam de dor,
pois, eram dedicadas a um amor,
que a pouco tempo, me esqueceu...
GIL DE OLIVE
Enviado por GIL DE OLIVE em 05/09/2007
Reeditado em 16/12/2008
Código do texto: T639882
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIL DE OLIVE
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
2597 textos (229937 leituras)
31 e-livros (2314 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 10:22)
GIL DE OLIVE