Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

caboclo




.

CABOCLO
A madrugada desponta
E o gorjear lhe desperta
O caboclo se levanta
Ligeiro e sem preguiça

Abre a janela contente
E a natureza o revela
Beleza tam vislumbrante
Do solo o que a mão espera

Machado foice ou enxada
Cada qual tem seu valor
Riquezas crescem nas terras
Nas mãos do trabalhador

O dia se vai ao longe
E a labuta colhe os frutos
Que são doces e aprazíveis
No compasso da cantoria

A tarde o sol se põe
O pé na estrada retorna
Na janela vesse ao longe
A cabocla a sua espera

O sorriso é radiante
Um abraço em meu suor
Que a bica leva ao remanso
O leito quebra a rotina
E o sono trás o descanso.











juvenal bastos
Enviado por juvenal bastos em 06/09/2007
Código do texto: T640544
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
juvenal bastos
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
543 textos (24703 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 04:17)
juvenal bastos