Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTOU PARTIDO ( meu derradeiro poema de amor/amizade para Ti e se calhar de sempre)

A Ti Amiga Borboleta e aos meus novos Irmãos e Irmãs que trouxe de Taizé
ESTOU PARTIDO

Em mil e um bocados o coração
Em pequenos pedaços
Nos quais se reflecte a imensidão
Tal era o tamanho
Da minha paixão

Estou perdido

Porque no mesmo dia
Em que finalmente encontrei Deus
Dos teus Jardins Encantados
Me disseste Adeus
E o que resta então de mim?
Vestígios correntes e algo secos
De lágrimas negras
Que quase do início destes mil anos
Deixei cair no meu mar de ilusões para Ti
Posso ter ganho com esta cruel troca
De objectos de afecto
Mas mesmo perdido
Acho que nunca deixarei de ter um tecto
Que me proteja das tempestades sentimentais
Porque me vou sentindo forte com o meu grupo de Irmãos
E porque só
Sinto, algo me diz, que te tenho por perto
Capaz de enfrentar qualquer dor que mata por dentro
Qualquer contrariedade
Porque te tenho
Nesse belo planeta que é a amizade
E qual Princepezinho
Que tem uma favorita flor
Vou de astro em astro
Crescendo como ser
Mas sem o teu doce Amor
Por isso
Fui à campa do desejo secreto
E deixei lá imensos beijos
E este poema
Para que saibas
Que independentemente do tempo
Ou das estações
Vales todas as minhas preces
Todas as minhas orações
Vales sem dúvida a pena

Estou partido...
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 06/09/2007
Código do texto: T641044

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5148 textos (173421 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 17:57)
Miguel Patrício Gomes