Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Letras 0154 - Sem infinito




Não gosto do infinito para minha vida,
para natureza as leis não são naturais,
falta o homem limpar suas mãos,
dos olhos a ganância escorrer sem lágrimas.


O encantamento gira a cabeça com paixão,
alguns dourados não são preciosos,
algumas carnes não alimentam,
do pecado nada se ouve, nada se fala.


Se há alguma esperança existe amor,
marque um ponto adiante do amanhã,
comece caminhando um passo hoje,
outro e outro, logo começa a mudança.


A vida é como se bastasse um sorriso,
uma flor na mão e nos olhos amor,
neste instante não é preciso palavras,
apenas acreditar na vida como ela é.


Não quero nada eterno, nada além de hoje,
uma pequena porção de carinho,
um e outro beijo junto com o ''te amo''
e volto ao céu, te levo, se for por amor.


06/09/2007

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 06/09/2007
Código do texto: T641389
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
4429 textos (116900 leituras)
1 e-livros (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 08:02)
Caio Lucas