Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estar presente


Como se não soubesse que eu tenho
essa urgência escancarada em minha boca
E como se eu pudesse estancar
toda essa verborragia em meu olhar.
Logo eu, que tenho horror ao silêncio!

Eu que me sobressalto a cada toque
que desliza a pele desenhando um rumo
Eu que tento conter desejos
estremecendo em gemidos quase mudos
Eu que amarro na saliva teu gosto de carência

Eu não abraço ausências
Sou louca por sentir presenças...

Eu gosto de arder possibilidades
quando me derramo em tua entrega
Gosto do murmúrio baixo na doma da pele
E da mão entrelaçada sob o arrepio

Eu me desfaço toda com teu toque macio
Eu abraço a brisa fresca desse tom arredio...
Francis Faria
Enviado por Francis Faria em 07/09/2007
Código do texto: T642595
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Francis Faria
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil, 46 anos
637 textos (28089 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 05:25)
Francis Faria