Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olho pra mim

 

Olho pra mim
Fico a procurar-me 
Em buscas que não encontro
Perdido num labirinto de sentimentos
Num oceano sem leme
Num céu aberto para o infinito

 

Olho pra mim
Totalmente anestesiado
Cativo num mentiroso passado
Em conflitos com as emoções
Confuso nas ilusões
Com o coração despedaçado
Sem enxergar o brilho das estrelas
Num frio que estreita a alma
Em ventos fortes que não se acalma

 

Olho pra mim
Vejo-me desfigurado
Com sentimentos em frangalhos
Caindo sempre em ciladas
Que vivem sendo armadas
Pelas dores, pelo vazio
Pelo buraco negro
Que nele mergulhei.

Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 07/09/2007
Código do texto: T642598
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 52 anos
5343 textos (1251059 leituras)
5 e-livros (11964 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 06:29)
Ataíde Lemos

Site do Escritor