Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fim De Tarde Sem Você

Todas as garrafas estão vazias
E apenas observo o dia acabar
A noite chega de repente
A solidão se faz presente
E o silencio eu consigo tocar
Sou um naufrago afogado
Em meio a um infinito
Mar de gente
Tantas declarações de amor
Mas só a solidão parece me amar
E se faz presente
Fim de tarde sem você
As lágrimas molham tua carta
Que eu tento escrever
Fim de tarde sem você
Em cada lágrima que cai
Teu rosto eu consigo ver
Foi se assim um fim de semana
Amanhã é apenas mais outro dia
Agora vou dormir e sonhar com o seu amor minha mais doce alegria
Foi- se mais um dia
E mais uma vez estou aqui sem você
Vejo o por do sol
E saio pelas ruas da cidade
Para um lugar qualquer para espairecer
Como são doces suas palavras
Ouvir sua voz no telefone aumenta o meu desejo de viver
Seja bem vinda, meu bem
Hoje minha alma e coração pertencem a você
E são pra você estas palavras
Tudo o que fiz de bom em minha vida e ainda vou fazer
Fim de tarde sem você
As lágrimas molham tua carta
Que eu tento escrever
Fim de tarde sem você
Em cada lágrima que cai
Teu rosto eu consigo ver
Em cada lágrima que cai
Teu rosto eu consigo ver.

2007*Marcos Menezes de Almeida*(Todos Os Direitos Reservados)
Marcos Menezes de Almeida
Enviado por Marcos Menezes de Almeida em 07/09/2007
Reeditado em 21/01/2008
Código do texto: T642710
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Menezes de Almeida
Aracaju - Sergipe - Brasil, 32 anos
361 textos (17624 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 11:37)
Marcos Menezes de Almeida