Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Silêncio


 Ele se foi, sem uma palavra, sem um adeus sequer
 Assim como um silêncio de morte, ele se foi.

 Naquele adeus ele sepultou o meu sorriso, a minha alegria.
 Escureceu o meu céu. Minhas manhãs já não brilham

 Não há mais arco-íris no meu horizonte.
 Minha alma chora de dor.

 Como um pássaro ferido, o meu canto é triste.
 Aflito está o meu coração.

 Um grito calou minha garganta. Silenciando o meu ser!
Aurinete Alencar
Enviado por Aurinete Alencar em 27/10/2005
Código do texto: T64310
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aurinete Alencar
Campina Grande - Paraíba - Brasil
72 textos (6171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:41)
Aurinete Alencar