Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MOTEL:

Motel:

Num motel...
Beira de estrada.
Parei pra descansar.
Na entrada, aquela mulher.
Meu coração bateu forte.
Comigo pensei, o que ela faz aqui.
Ela me olhou sorriu, se aproximou.
Sem nada dizer, me abraçou.
Ainda perplexo, lhe perguntei.
:- O que fazes aqui, longe de casa,
Ela sorrindo respondeu.
:- eu vim te esperar,
Pois sabia que tu virias.
Mais cedo, ou mais tarde.
Terias que passar por aqui.
Ou pensastes, que fugirias de mim.
De minha vida desse jeito, por isso vim.
Emocionado, seu corpo busquei.
Agora quem abraçava era eu.
Seus lábios quem beijava era eu.
Seu corpo, quem acariciava era eu.
Meu corpo quem acariciava era ela.
Quem fugia dela, era eu.
Quem me buscava, era ela.
Hoje, na cadeia de seus braços,
Sou, um prisioneiro do seu amor!



Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 28/10/2005
Código do texto: T64451
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147475 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:52)
Volnei Rijo Braga