Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Engenheiro da Floresta

O João de Barro do sertão
Bica o capim , faz um bolo,
Depois, entorta a cabeça e olha,
Olha, olha, faz uma impulsão
Bastante ovular,
Faz um vôo espetacular
O João de Barro vai e vem
Arteiro como ninguém
Faz sua casinha, faz seu ninho
No galho do chão muito além

Esse João que não é barro
Cruza a imensidão das montanhas
Para oferecer-se se a amada merecer

E aí, se empolga, faz-se,
O pássaro mais bonito.
Oh!Já não é só operário,
Esse pássaro,
Pois sabe construir  sua casa.
Depois desce do galho
Para a fidelidade vigiar,
Pois voar cansa, não é, fica tranqüilo?
E ele com medo de ser traído
Perde o sentido e não quer mais voar.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 09/09/2007
Código do texto: T644766
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3170 textos (82337 leituras)
2 e-livros (437 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 14:50)
R J Cardoso

Site do Escritor