Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
TAL COMO


Nas horas do entardecer,
as águas de Igaratá
me parecem tão profundas...
Não quero ali me perder.

Enquanto montanhas cinzentas,
no céu rosa se recortam,
as águas, em ondas lentas,
embalam os seus mistérios.

Tocando as margens enxutas
vez por outra com marolas,
esses rumores, que escutas,
revelam doces segredos
da água beijando a terra.

Eu contemplo o lago imenso
e o tom cada vez mais denso,
tanto mais quanto se alonga
da visão que ali está.

E percebo a novidade!
Ao falar de Igaratá, 
eu inventei, é verdade,
um modo de te contar:

Tu és o grande mistério,
aquele no qual me perco, 
tal como em Igaratá.
Nilza Azzi
Enviado por Nilza Azzi em 10/09/2007
Reeditado em 29/10/2007
Código do texto: T645756

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor Nilza Azzi ). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nilza Azzi
Campinas - São Paulo - Brasil
2225 textos (383171 leituras)
27 áudios (1214 audições)
4 e-livros (385 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 14:09)
Nilza Azzi