Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apenas Uma Nova Mulher

Apenas Uma Nova Mulher

Dispo-me das máscaras, vou tirando.
Com o tempo. Estou pouco a pouco aparecendo
Ganhando os espaços que sempre foram
Meus. Passei por vários algozes.

Das tiranias vou rebelando...
Muitas vezes assustada... Corpo frágil,
Restava apenas contar com meus
Fortes e sábios Neurônios...

Ah! Algumas vitórias vão conquistando.
Não quero estar à frente ou atrás...
Mas junto... Ao lado, de mãos dadas.
Para o mundo conquistar, desbravar.

Jogo ao chão mais uma máscara.
Exponho minhas vontades, grito...
Um grito da liberdade em querer
Estar no mesmo lugar que você.

Solto as amarras que me atava,
Limitava as ações... Que insistia em sair
Por todos os poros, procurando o espaço.
Pedido, sofrido, negado e querido.

Não quero tempo e nem um dia.
Preciso de armas de flores aliada aos saltos...
Do meu dia a dia entre cólicas e células
Multiplicando gerando mulher gerando homem.

Dispo-me de todas as máscaras. Germina em
Mim um novo ser... Feitos do homem e mulher
Aborto todos os preconceitos, a fragilidades.
E deixo nascer um novo ser...Uma nova mulher!

Ge Fazio
Ge Fazio
Enviado por Ge Fazio em 29/10/2005
Código do texto: T64837
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ge Fazio
Vitória - Espírito Santo - Brasil
73 textos (2953 leituras)
1 áudios (82 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:10)
Ge Fazio