Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESCRAVO DO TEU AMOR

Jamais vou amar alguém como  te amo,
Nem que eu viva para além da eternidade,
Nem mesmo assim encontrarei a felicidade
Em outros braços,  assim juro e proclamo.

Estou por teu amor escravizado,  submisso,
Vivo para te amar a cada instante da vida,
Minha vista chega no horizonte já sumida,
Às vezes, penso que me jogastes um feitiço.

Mas  não quero me livrar deste  sortilégio,
A ele entrego-me de corpo e alma piamente,
Mais do que  amante pareço um penitente,
Envolto na crença d’um descabido sacrilégio.

Seguirei os teus passos com toda fidelidade,
Serei teu amigo, amante, escravo ou somente,
Alguém que se perdeu a teu lado simplesmente,
Neste lance de rocambolesca  impetuosidade.
Marco Antonio Orsi
Enviado por Marco Antonio Orsi em 12/09/2007
Código do texto: T649225

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Antonio Orsi
Campo Bom - Rio Grande do Sul - Brasil
1687 textos (68609 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:39)
Marco Antonio Orsi