Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Letras 0157 - Pesadelo


 

 

Marque o dia da volta,

vou pendurar a lua,

o sorriso,

deixar o sol perto da tarde,

quero a noite bem mais depressa.

 

 

Traz o amor que te dei,

tenho aqui um pouco de tudo,

o bilhete que deixou

colado no espelho mensageiro, coitado,

como se fosse culpado, se partiu.

 

 

O corpo ainda está coberto por ontens,

tenho um vazio que enlouquece,

as lembranças me provocam pesadelos,

nos olhos ainda ficaram os sonhos,

este é meu sentimento, só meu.

 

 

As portas abrem e fecham sozinhas,

não existe vento, não existe nada,

fica difícil respirar,

a casa foi despida da alegria,

então espero o vôo de amor.

 

 

Na verdade tudo era um sonho mau,

nos amamos loucamente, antes e agora,

seguimos bem devagar,

os passos têm a medida da paixão,

sem pressa caminhamos, apenas nós.

 

 

12/09/2007


Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 12/09/2007
Código do texto: T649403
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
4429 textos (116906 leituras)
1 e-livros (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 17:01)
Caio Lucas