Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Letras 0158 - Eternidade



 

 

Um dia não sei quando,

existiu um amor assim

e o trouxemos inteiro,

vida após vida, até depois...

 

 

Quanto a amar, amo,

é o sorriso da manhã,

o beijo de boa-noite,

o hoje, o agora só nosso.

 

 

Fiz uma parte deste amor,

mesmo antes de tocá-la,

a paixão que o trouxe,

quem sabe d'outros dias.

 

 

Talvez não morra antes,

não sei do amor depois,

o silêncio é quase morte

e minha vida sem tua vida.

 

 

12/09/2007


Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 12/09/2007
Código do texto: T649407
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
4429 textos (116799 leituras)
1 e-livros (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 06:04)
Caio Lucas