Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESENCONTRO





De onde vieste oh! meu destino?

Que tanto tem feito eu perecer.

Minh'alma vive em desatino,

E meu peito não para de doer.



De repente...Eu me encontro em meu caminho,

Sozinho, e eu me pego a procurar,

Alguém, alguma luz no infinito,

A quem ainda queira me guiar.



Oh! que desalento, que amargura.

Oh! quanta tristeza e solidão!

Só vejo a tua imagem linda e pura,

Seguindo sempre em outra direção...



Escrito por ELCIO J.MORAES
elciomoraes
Enviado por elciomoraes em 12/09/2007
Código do texto: T649624
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
elciomoraes
São Paulo - São Paulo - Brasil
1186 textos (37513 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 18:50)
elciomoraes