Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fostes para mim...Solidão
Da vida, de tantos momentos
Sem contar os sofrimentos
E a amarga, mas doce paixão
 
Fostes meu duro...Pesar
Em juras, jurei te querer
Mil súplicas pelo teu Ser
Na insana ilusão de sonhar
 
Fostes das marcas...Destino
De puro e frágil sofrimento
Da tristeza de cada momento
De um coração desatino
 
Fostes desejo...E Amor
Que sorveu minha existência
Roubando vida e essência
Deixando a alma em torpor
O Guardião
Enviado por O Guardião em 13/09/2007
Reeditado em 20/09/2007
Código do texto: T650339
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
364 textos (34554 leituras)
13 áudios (2412 audições)
2 e-livros (1991 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 21:30)
O Guardião