Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sede

Engendro caminhos mágicos,
percorro veredas de cortar o som,
e deslizo em busca do prazer que me estira...
a sede latejante!

Encarcero-te no meu corpo em chamas,
grito emoções em suspenso,
macero-te a pele de gozo!

Afoga-te nas minhas vontades,
roça os teus sentidos nas horas da minha fome,
sucumbe à lava em que se me tornou o sonho!
goretidias
Enviado por goretidias em 13/09/2007
Código do texto: T651025
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
goretidias
Portugal, 59 anos
108 textos (5262 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 14:03)
goretidias