Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BALDES DE CAFÉ

 

BALDES DE CAFÉ

 

Menina, menina pequena,

Trate de afastar seu lindo rosto risonho,

Que me faz sofrer de dar pena,

Quando insiste em visitar os meus sonhos.

 

Basta eu fechar os olhos e pronto,

Lá vem ela novamente me provocar,

Se insinua me deixando tonto

E me deixa triste ao acordar.

 

Agora procuro em você só defeitos,

Para ver se consigo me libertar,

Pois se conseguir lhe tirar do meu peito,

Nos sonhos também a impedirei de entrar.

 

Mas como essa é uma tarefa difícil

E para que eu não desista até conseguir,

Tomarei baldes de café, não por vício,

Mas simplesmente para nunca mais dormir.

 

Eduardo de Paula Barreto
www.opoetizador.com
 

 

 

 
Eduardo de Paula Barreto
Enviado por Eduardo de Paula Barreto em 14/09/2007
Código do texto: T651923
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eduardo de Paula Barreto
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
99 textos (1858 leituras)
11 áudios (188 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 11:01)
Eduardo de Paula Barreto