Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUE ME VENHA ESSE AMOR.


Que me venha em branco ginete
Ou nas asas de um negro falcão,
O Amor, por mim, tão esperado,
Para morar em meu coração,

 
Preparado, luzindo como diamante,
Livre de tudo que causa o mal.
Que não seja um Amor estafante,
Que seja livre como um animal

 
Na selva, mas que sempre volte,
Toda vez que a tempestade avistar
No horizonte, ave sinistra voando,
Para a harmonia da vida quebrar.

 
Que me venha esse grande Amor
Em noite clara de branca lua
Espargindo pelos ares o seu olor
De rosa fresca que n’água flutua.

 
Que me venha esse Amor cantando
Alegre canção da felicidade sem dor,
Sem saber que aqui estou sonhando
Com esse moço, tirano imperador.

Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 30/10/2005
Código do texto: T65274

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343270 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:11)
Maria Hilda de Jesus Alão