Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Q U E R I A  B E I J A R - T E  A G O R A

COMO JAMAIS BEIJEI ALGUÉM,
ESTAR EM SEUS BRAÇOS,
SENTINDO O SEU CALOR,
ACONCHEGAR-TE EM MEU COLO,
E TE DAR TODO MEU AMOR,

SEM QUE ESPERES,
ACARICIAR SEU ROSTO,
SUA NUCA, SEU CORPO,
TE COBRINDO DE INÚMEROS BEIJINHOS,
TAMBÉM RECEBER DE TI AFAGOS E CARINHOS,

TUDO NA DOSE CERTA, SEM TIRAR NEM POR,
APENAS DESFRUTARMOS, DO NOSSO GRANDE AMOR,
ESSE AMOR QUE VEM, CHEGANDO BEM DEVAGAR,
DANDO UM DRIBLE NA TRISTEZA,
E TOMANDO SEU LUGAR,

VIVENCIAR TODO NOSSO SENTIMENTO,
SEM TER PREOCUPAÇÃO,
VIVER ESSE MOMENTO DE CARINHO E AFEIÇÃO,
QUE ESTARÁ RENOVANDO TODO NOSSO VIVER,
DANDO A ESPERANÇA DE JUNTOS ENVELHECER,

QUERIA BEIJAR-TE AGORA,
COMO JAMAIS BEIJEI ALGUÉM,
ESQUECERMOS DE MÁGOA OU AFLIÇÃO,
APROVEITAR ESSE AMOR MADURO, SABENDO,
QUE SÓ DEPENDERÁ DE NÓS, A NOSSA REALIZAÇÃO,

QUERIA BEIJAR-TE AGORA!

Negra Poetisa
Enviado por Negra Poetisa em 14/09/2007
Reeditado em 07/12/2008
Código do texto: T652840

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Negra Poetisa
Porto Seguro - Bahia - Brasil
342 textos (21146 leituras)
14 áudios (922 audições)
3 e-livros (354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 20:02)
Negra Poetisa